2º Simpósio de Comunicação debateu comunicação pública e mídias sociais

2º Simpósio de Comunicação debateu comunicação pública e mídias sociais

23 de Setembro de 2019

Aconteceu na última quinta-feira (19), no auditório da Secretaria de Educação a Distância (SEaD), o 2º Simpósio de Comunicação. O evento promovido pela Secretaria de Comunicação (Secom) da Furg, pretende se consolidar como instrumento de qualificação e profissionalização da comunicação na universidade.

A docente e pesquisadora Raquel Recuero abriu o evento com a palestra “Mídias sociais, universidade e desinformação”. A palestrante apresentou também parte das pesquisas em andamento realizadas pelo grupo de pesquisa Mídia, Discurso e Análise de Redes Sociais (Midiars), em parceria com outros grupos do mundo todo.

A pesquisadora falou sobre o contexto de espalhamento intencional de informações falsas e sua influência sobre as pessoas. Segundo Recuero, a desinformação tende a circular nos mesmos grupos onde há concordância com determinado discurso, o que leva à repetição e acaba por gerar legitimação.

De acordo com os dados preliminares das pesquisas do Midiars, os contextos de polarização descredibilizam os veículos. Assim, os pontos para combater a desinformação envolvem mais para espaços de discussão e educação para mídia, tanto partindo das escolas quanto da universidade.

COMUNICAÇÃO PÚBLICA

Danilo Giroldo, vice-reitor da Furg, falou sobre a conjuntura desafiadora que o país vive e que pressiona as estruturas de comunicação, reforçando que a realização do simpósio auxilia na reflexão sobre a comunicação pública e possibilita a articulação dos diferentes espaços da universidade. “É fundamental que possamos reforçar as ações acadêmicas e administrativas para que a comunicação seja cada vez mais valorizada”, disse Danilo.

Law Tissot, secretário de Comunicação, disse que o tema do simpósio foi pensado a partir do contexto em que vivemos e que a Secom não tem medido esforços para trabalhar a comunicação de forma cada vez mais qualificada. “Neste momento, de 50 anos da universidade e de comemorações, a equipe da comunicação trabalha entusiasmada. Fazer comunicação é uma realidade extremamente apaixonante. A Secom tem lançado novos produtos, novos desafios e novas estratégias”, falou Law.

Ana Cássia da Rosa, relações públicas e coordenadora da Secom, abordou o importante momento de troca de experiências: “Temos que parar um pouco e refletir sobre nosso fazer, que é imediatista e transversal a diversas áreas. Esse tema desperta, cada vez mais, o interesse nas pessoas e por isso a presença de quem está aqui hoje”, completou Ana.

WORKSHOP

“Comunicação na universidade: orientações para a produção de conteúdo”, foi o tema do workshop, conduzido pela equipe da Secom. Em um momento de troca, o workshop apresentou o conceito de Comunicação Pública, que pauta o trabalho do setor.

“Nas universidades, a comunicação pública não é uma coisa que está pronta, não tem um jeito certo de fazer”, observou a jornalista Andréia Pires. Ao citar Jorge Duarte, umas das principais referências da área, afirmou que “nosso compromisso não é só dar informação. É comunicar de forma clara, é também ser escuta”, completou Andréia.

Fonte: Furg

Escrito por: Nicolas Castro | Assessoria de Imprensa WD House