FURG ocupa a 19ª colocação entre as universidades mais empreendedoras do país

FURG ocupa a 19ª colocação entre as universidades mais empreendedoras do país

08 de Novembro de 2019

Tempo de leitura: 3min 30seg

Foto: Hiago Reisdierfer

A Universidade Federal do Rio Grande (FURG), está entre as 20 Universidades mais empreendedoras do país, no ano de 2019, ocupando a 19º posição, entre 123 universidades participantes da pesquisa.

No ranking a universidade ficou em 7º lugar na Região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e a 4ª melhor colocação no Estado. Em 2017 a FURG ocupava a 38ª posição, dentre 54 universidades.

A pesquisa foi divulgada, no fim de outubro, em uma sessão solene na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Ranking das Universidades Empreendedoras - RUE

O RUE é um estudo feito pela Brasil Júnior e capitaneado pelo Movimento Empresa Júnior (MEJ), que busca gerar novos estímulos para a educação superior, através da perspectiva dos estudantes.

O objetivo é avaliar e classificar o empreendedorismo nas universidades brasileiras. Neste ano, o levantamento foi realizado a partir da percepção de 15 mil estudantes de 123 universidades das 27 unidades federativas.

O levantamento é realizado a cada dois anos e se propõe a compreender quais práticas incentivam a inovação nas instituições de ensino superior. O ranking enumera as universidades mais empreendedoras do país a partir de critérios de avaliação como:

  • Cultura empreendedora;
  • Inovação;
  • Extensão;
  • Infraestrutura;
  • Internacionalização;
  • Capital financeiro.

FURG

O coordenador de Empreendedorismo e Incubação de Empresas da FURG, Alessio Almada, aponta que a densidade do ecossistema empreendedor na FURG está se consolidando, através do Oceantec – Parque Científico e Tecnológico, com proposta de futuro para empreendedores nascentes de base tecnológica como a Innovatio, as incubadoras de economia solidária – Intecoop e Inesol, de integrantes das empresas juniores e da comunidade em geral.

“Embora empreender não seja sinônimo de ter um negócio, exemplos de nosso ecossistema empreendedor influenciam na formação empreendedora de toda a comunidade universitária, abrindo espaço para a criatividade e geração de uma mentalidade que absorve as transformações da sociedade, e gera resultados em forma de soluções para os diferentes problemas vivenciados”, explicou o coordenador.

Danilo Giroldo, vice-reitor da FURG, explicou que “a posição da instituição no ranking indica que as normativas, as instâncias institucionais e os ambientes que tratam de inovação e empreendedorismo na FURG estão atendendo às expectativas dos estudantes e da comunidade universitária em geral. Há uma equipe muito comprometida em atender aos anseios da comunidade em relação a estes temas e o envolvimento das pessoas nas ações propicia os resultados obtidos no ranking, o que nos deixa muito felizes.”

Dados

A FURG tem atualmente 150 alunos participando de empresas juniores, possui sete empresas federadas e 12 empresas criadas em 2019, de acordo com a apresentação mostrada pela Fejers.

Os representantes da Fejers também apresentaram o impacto do MEJ no Estado em 2018, onde 1.200 empresários juniores impactaram na criação de 146 empresas juniores, distribuídas em 36 universidades em 34 cidades do Rio Grande do Sul.

Essas empresas representam 2.500 projetos executados e mais de 1,8 milhão de reais de faturamento em projetos no RS.

 

A WD House parabeniza o trabalho realizado dentro da Universidade!

Fonte: FURG

Escrito por: Nicolas Castro | WD House